Postagens populares

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

ONDE O GRITO NOS PERDEU

















Foi assim o ganho
Antes da perda por fora/dentro
Bebia o sol das sarjetas exibindo
O que tinha de terremotos no ser ridente

Antes a boca ardia em gozo
De beber um sol azedo e
Perdia-se nos dentes
Sem preocupar-se com o hálito a espaços

Dias e noites estátuas
De íntimas praças nos lábios

Do ontem, onde o grito nos perdeu?

Do hoje, como apagar bafos do ontem?
Postar um comentário