Postagens populares

sábado, 24 de novembro de 2012

ABANDONO

Sou um poeta com musgo.
Deus(a) escorrega em mim
E um poema instiga o branco
De um papel com fim.
Postar um comentário