Postagens populares

terça-feira, 27 de novembro de 2012

VINHO SOBRE LÁBIOS

O desejo sempre à espreita
empurra-nos aos olhos
suas cores suspeitas,
abrindo-nos suas costas.

Queremos pô-lo a correr,
mas pesa sua prosa.
Regozijamo-nos em
suas curvas oleosas.

Ele vem e rouba-nos vontades,
verdades de alfarrábios,
derramando o vinho
sobre nossos lábios.

Folgando nos sentidos,
marca com sentenças
remoinhos nas praias
a que a paixão nos vença.

Quando o desejo elevou-se

no cômoro das deusas
serviam paixão nas tábuas
dos desmandamentos.
Postar um comentário