Postagens populares

domingo, 2 de dezembro de 2012

AGORA CAIO E PENSO

Agora, é tarde.
Mancha o café?
Do que falamos?
Não deu, nené?

Não deu mais pé.
Apenas pó
Do que largaste
Aqui, sem dó.

Agora, penso:
Se voltássemos?
Prevíssemos?
Nos vestíssemos?


Estendêssemos... Mas...
Voltarmos
A ver sinais?
Agora, caio.

Tenho, em mim,
O verbo atroz.
O que faço?
Foz?
Postar um comentário