Postagens populares

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

VELAS AGUÇADAS

No fora, há quadraturas insolúveis de mínimos in-
setos.
No dentro, há ritmos que entortam o poeta.
O ser - apenas uma jangada de ler rede-
moinhos poéticos
ao sabor das ondas que furam-lhe
os olhos
de papel de pão onde
aguçam velas mares respirantes.
Postar um comentário