Postagens populares

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

NUNCA ESMORECER

Sempre com o ser de sonhos a marcar com carne.

Os pés que rastejam nos cacos dos espelhos.

Sempre soltos os anseios de relâmpagos e cometas.

Sempre a cabeça dura contra os algozes de verdades às mãos.

Nunca esmorecer ante os princípios movediços

Dos pensamentos de esquina, cediços.
Postar um comentário