Postagens populares

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

RESTOS DE À FLOR DA PELE

Deixo você ir,

Espaço/tempo

Para ver-te por dentro.

Deixo-a ficar,

Embora à flor da pele.

Ou melhor, ir e ficar,

O amor pontiagudo nos restos.

Fico na esquina de qualquer angústia

Onde me esmaga a dor e o prazer


Indo e vindo

E como ver meu perfil sumir

No teu, se desenho com mãos trêmulas?


Sim, pode ir...

Não, pode ficar...
Postar um comentário