Postagens populares

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ÓRBITAS EM MEIO


Vários olhos cegos nesta Data-do-Papaizão.
Jorram anseios no Iraque do Cidadão Com Filhos.

Quem responderá perguntas sem lábios?
Olhos de vazio portam desespero e projéteis,

Rodam a chave no buraco dos morros
De Lugar-Algum para Nenhum-Lugar.

O cão-filho destroça 

Uma menina abandonada
Com pontas de pneus incendiados.

Lembrando árvores de escuridão, nos perdemos
Em caminhos com cinderelas golpistas. 

Há muito somos sufocados sob sacos plásticos,
E os homens continuam tendo esperanças


Embora sonhos sejam interrompidos
Por pedidos de identificação.
Postar um comentário