Postagens populares

domingo, 9 de dezembro de 2012

MURO DO UNIVERSO

Um anjo da guarda urra durante trovões.
Talvez o meu, cansado de espremer o pus da alma.
Descrente até que chegue a noite que se aproxima.
Anjos sangrando fazem chuvas ácidas.
Só enxergo rubis caindo.
Tendo um olho canino,
o anjo que urra se fere 

com pedaços da via láctea,
enquanto uma mãezinha 

joga bebês pelo muro do universo.
Postar um comentário