Postagens populares

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

CACOS DE TEU MEDO

Acho cruel
discordar do cãozinho

que exige o passeio
exatamente às 22 horas.


Acho emocionante
imaginar-te no abismo

por desnudares os céus
com as idéias velhas de teu pai.

Acho emocionante
imaginar-te a morte

depois do que coube
à verruga em tua alma.


Acho emocionante
te imaginar sem sapatos

sobre cacos de tua alma de espinhos

por poluíres a Moldura do Retrato.
Postar um comentário