Postagens populares

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

DIANTE DAS CÂMERAS

Jasão tava no bar

com seu violão Asa Grande.

Passa a Fernanda Rosa,

filha de um grandão

do contrabando.

Tinha um bundão

de paralisar prosas

de alemão.

Em casa, Medéia

dava um plus nas mãos


depois de limpar

a bunda do filho do meio.

Jasão tava no bar

com seu papo vesgo.

Passou a Firmina,

filha de um patrão

do morro fronteiro.

Tinha uma cintura

e seios pequenos,


maneiros,

de biqueiras puras,


plenas.

Em casa, Medéia

chapinhava o pelo


com o fio do pescoço

remendado.

Jasão tava no bar

com seu pinho pronto.

Passou Epifânia,

filha de João


um bicheiro

que a estava esperando.

Jasa passa a mão

e João marca o cenho


faz o sinal da cruz

e um capanga

apronta o cano.

Como era um filme,


interromperam as gravações

e foi todo mundo

comer macarrão.

No set, Medéia

desmonta a persona


e vira Andréia Freitas,

atriz da rede,

ajeitando o silicone

em tempo record.

Postar um comentário