Postagens populares

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

ELA ADORA UM CORPO ESPINHO

Ela espera que ele apareça.
Outros esperam que desapareça.
Ela espera, no entanto teme.
Teme que ele morra engasgado.
Apesar dele mastigar bem.
Teme que ele morra voando.
Que o vento leve ele bem longe.
Teme que ele fique menos bravo.
Que não goste mais de violentá-la.
Teme que ele faça as unhas,
Que ele faça a sobrancelha.
Que tenha religião africana.
Que não brigue, que seja um banana.
Teme que ele beba suco.
Que deixe o seu sangue de lado.
Mas o que ela teme mais
É que ele deixe de violentá-la.
De deixar aqueles vermelhos
Na sua pele alva como nuvem.
Ela tem a pele como um lírio.
Ela tem o riso como um sonho.
Sonho com pétalas nos cílios.
E seus cabelos são sopros de aurora.
Sopros de aurora inocente.
E suas pernas são colunas firmes
Que sustentam suas ilhas e mares.
E a pérola de sua alma
Brilha quando Netuno acorda..
Mas ela o adora, a ele, seu homem,
Que queima sua dignidade
Com a chama de seu corpo espinho.
Postar um comentário