Postagens populares

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

ESTAR DENTRO DA PAREDE

Estar dentro da parede há séculos.
Ouvidos se estragando após ranhuras constantes.
Crianças raspando as essências da cal.
Pancadas distorcendo estômagos de argamassa.
Há traços de sangue nas omoplatas.

Estar dentro é tecer uma dimensão fechada.
Uma dimensão que imagina o fora como sonho.
A dimensão do fora gera filosofias e religiões.
Dentro das paredes uma verdade única.
Há traços de cimento nas suas omoplatas.

Há uma dureza que vem da massa densa.
De fundamentos sólidos geraram-se limites.
Há outras durezas de tijolos e blocos.
Mas sempre de pensar na dimensão do fora
Criam-se lendas D'Os-que-usam-Colheres-para-o-chapisco.
Postar um comentário