Postagens populares

quinta-feira, 9 de maio de 2013

ALMA DAS 23

Às 23 horas, saí à rua.
Tudo tão deserto.
Mas tudo tão tranquilo.
Como se dormisse a alma do planeta.
A cadela olhando à volta.
As suas quatro patas fazem-se duas.
Há uma intimidade dela com a lua.
Não penso sobre o sentido disto.
A não ser quando abro a alma.
Postar um comentário