Postagens populares

quinta-feira, 16 de maio de 2013

NO OLHO CANTANTE DA ALMA COM OSSOS

Suspende o instante,

leitor relevante,

e de olho na frase

encante rocinantes,

muito embora lentos,

tontos, arquejantes,

deem medo entre

pastos estafantes.

Venham ventos, ventres.

Que a seu campo encorpem

sonhos inclementes,


delírios ingentes,

idéias heróicas,

pesadelos nobres,

no olho cantante

da alma com ossos.

Nua nos poços

A mocidade.
Postar um comentário