Postagens populares

quarta-feira, 29 de maio de 2013

FOME DO TEMPO

Se tudo fica muito escuro

e não dá pra pegar a xícara

e não dá pra achar a escada

nem pra achar o chuveiro

e nem pra dar comida ao cão

é que o tempo parou de dançar

por solidão e fome


mas se você lhe der pedaços de alma

o tempo dança em recomeço

e há razão de crença no espaço

da tempestade em você

que tateia o inquieto mar

e tudo pode voltar a funcionar

na casa de dentro do poema

sem outra chave que não


esta
Postar um comentário