Postagens populares

sábado, 29 de junho de 2013

GORJEANDO INÍCIO E FIM

Sou navegante antigo,
Meu mapa só resvala
Ao sul, púbis da amada,
Onde desejos calam
No início e fim do corpo,
Embebedando a carne
No vinho em tempo morno.

Rolando aqui e lá.
No aqui e ali, brincar.
Brincando ao sul, singrar.
Singrando o mar, sondar.
Sondando o amor, dizer,
Calando o eterno anseio
De como um deus preencher

Na andorinha o gorjear.

Postar um comentário