Postagens populares

terça-feira, 18 de junho de 2013

PASSO ADIANTE O TEMPO E O MEU VAZIO

Perto de mim o tempo já chorava a separação. 
Como ajudá-lo?
Perto de mim, o tempo cansou os olhos do afago.
Naquele dia, o tempo sem olhar já sabia.
O perfil do tempo e os nervos estalados.
O tempo estava pleno de fatos potenciais.

Ele abriu o espaço e procurou alguma coisa.
Achou um trevo.
Pegou um trevo com um verde em mentira de amor.
O que é o Amor, eu lhes pergunto.
(Sinto a tentação da rima, mas não cedo neste assunto.)
Voltando: olhou no espelho os braços juntos e não entendeu.
O que o tempo viu fora de esquadro? O que?

Iria ficar velho, lhe disseram quando envaideceu.
O tempo, só agora, entristeceu. Se apegou.
O resto, bem......
Quando o ponteiro decidiu...
No exato momento em que...
Ele deixou que Ela se amasse.
E Ela o esqueceu.

Passo adiante o tempo e o meu vazio.
Postar um comentário