Postagens populares

segunda-feira, 1 de julho de 2013

APAGÃO

O apagão apontou,
A casa se encolheu.
Será que sou quem restou?
Ou quem desapareceu?

Tudo se tornou um breu,
Sombras suando nos vãos.
Depois de brincar com elas,

Berram velas pelo chão.

Acendi olhos no escuro,
Luzes fiz na escuridão.
O amor dentro do eu
Acendeu a imensidão.
Postar um comentário