Postagens populares

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O ATOR DESPEDAÇADO

Ele sai da luz sem um pedaço,
Alma na metade, em foco.
O sangue escorre, é chuva
Que cai sem centro, e marca.

Os braços, pensos fios.
A alma, mar secando.
Mais uma hora,
Limpa a demasiá-lo.

Exausto o ator 

Junta leiautes.
(S)em fim. No entanto.

Postar um comentário