Postagens populares

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

ESCRITA PARA A INFÂMIA


Deitar no prato com desejo infrene
E deslizar o gesto penetrante
De lançar no verde a boca e o cerne

Deitar no bolo vermelho do livro rubro
E afogar-se depois em mares fomes

Para escrever histórias mais infames
Postar um comentário