Postagens populares

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

FELIZ COMO UMA RISADA



O poeta desistiu.
Não devia mas desistiu.
Nada o demoveu.
Tinha de ir. Foi.
Quando voltou,
estava molhado
de sonhos rotos, ferido
de choques de ondas,
mas como uma risada
aquecida num bar.
Postar um comentário