Postagens populares

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

PERSONA EM ONDAS CANORAS

Montar esse poema infrene
que expele amores dentro.
Vencer o medo da música,
montar em sua corcunda,
cair mil vezes do céu,
levantar da via única.

Montar o ID sem medo
de mostrar sua virilha
revelando a vida à vera,
sem medo de usar personas
montadas na instável fera
do amor com dipirona,

Montar, cavalgar O EGO
que dos fatos se assenhora

no equilíbrio que o difere.
Desmontar o SUPEREGO,
enchê-lo de ondas canoras,
tornar-lhe suave e cego.
Postar um comentário