Postagens populares

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

A GENTE NUNCA QUER MAS FAZ

A gente nunca quer humilhar

e humilha.

A gente nunca quer macular

e macula.

A gente nunca quer estragar o chão

mas estraga.

Nunca queremos escorregar

e escorregamos.

Nunca queremos pagar a conta

mas pagamos.

A gente não quer solidão

e a temos.

Aquele tipo de solidão que ninguém quer,

entende?

A gente não quer acertar o coelho

que rói uma cenoura inocentemente

mas até de olhos fechados

acerta.

O pássaro foi libertado

e outra arma o pegou.

Existe um destino

para o destino?
Postar um comentário