Postagens populares

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

DE PEDRA CARNE

Fabricado com carne de pedra,
O amor não tinha sangue.
Era sem ponta seu bicar.
Um outro eu seguia-lhe:

Um eu de concha e coral
Forçando o poeta a
 respirar.
Postar um comentário