Postagens populares

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

SEM PROCURAR SENTIDOS




Sem algo a oferecer,
aqui nesta janela
me apóio. Em baixo,
todos querem algo.
Também querem entender.

O que posso lhes oferecer,
sem missão ou talento ou
poderes extraterrenos?
Posso dar raiva e água...mas..
somente pra uns poucos.

Diariamente, me crio uma janela
pra me ver com a imaginação.
Sem pensamentos profundos
como procurar sentidos para isto:
um eu a escrever
a navegar
sem chegar ao fim das pedras
nas mãos que as arremessam.
Postar um comentário