Postagens populares

domingo, 24 de novembro de 2013

LENDO SÁ

Na minha alma pés deslizam.
Caem no piso molhado.
Pra mim é bom que seja assim.
Passos e marcas de lado.

Minha criança-eu dançando,
o piso embaixo a chamando.

Na minha alma, pula.
Não vê o piso molhado
nem os rasgos no telhado
prestes a cair em cima.

Assim, a minha alma vai,
assado a minha alma vem.
Só eu a julgá-la bem,
só eu a jogá-la mal.

Estava lendo Mário de Sá
e me li sem quebrar, querendo. 
Postar um comentário