Postagens populares

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

CONTANDO NINGUÉM ACREDITA

(VOU LHES CONTAR UMA HISTÓRIA
DE ESCRITOR E PERSONAGEM
E COMEÇOU ASSIM:)

-Bem falarias sobre mim
Se mesmo longe eu te parisse?

-Em ti, a porta que me nega ri-se.
-Mas, veja: tu nasces, a poesia é flor.
Logo logo o leitor-golem (ou pólen?)

(E CHOROU O PERSONAGEM
AS CORRENTES ARRASTANDO)
Postar um comentário