Postagens populares

domingo, 29 de dezembro de 2013

GUERRA SEM BATALHAS

Talvez eu parta ao céu em noite clara.
Apesar de muita noite escura,
Tem que ter no luar clareza rara.

Antes da partida certa, Musa,
Mitos me despertarão a cólera
E refugiarão em Siracusa.

Haverá canções, luva nas garras,
Ilusões no sul da Extrema Terra,
Mortais e silentes cimitarras.

Tem que ter no luar clareza rara

Para que eu me evada desta guerra
Onde versos morrem sem batalhas.
Postar um comentário