Postagens populares

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

POEMA PARA O

O poeta nunca estará curado
da alma que estua, destoante
neste instrumento mal acostumado
que tange o poema para o coma.
Postar um comentário