Postagens populares

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

ONDE AS MULHERES COM AS QUAIS QUEIMAR-ME?

Eu poderia simplesmente
me conformar com a beleza
de submetê-las com minhas presas
que o sistema religioso me deu
e o não-religioso confirmou.
E submeto com a cozinha sempre ali.
As crenças dominantes
nasceram no meu mundo.
Num mundo onde o Pai
reluz, contrário à lucidez.
As mulheres que amo
querem ser iguais à Virgem.
Amam o Filho Sagrado.
Passam pasta de dente
para falar com seu falo.
E depois aos seus cabelos
com óleo lavam.
E às suas roupas dão polimento
com humilde flanela.
Não pensam no porquê
da ausência da Filha
ao lado do Filho.
Mas parem filhos-da-puta.
Onde as mulheres
com as quais possa queimar-me?
Esta água me consome
desde o século das trevas
e se chama
Vontade-de-Ser-Justo-Até-Demais.
Sei que há um orgulho nisso.

Ser-Justo-Até-Demais.
Sei que há um engulho nisso.
Postar um comentário