Postagens populares

quarta-feira, 19 de março de 2014

HÁ GENTE QUE SOFRE II

Há gente que sofre
por falta de ego/algo

em si-mesmo-no-outro.
Há gente que sofre
excesso de dor

de poesia.
Há gente que sofre
de fome e de sede

de briga com a palavra.
Há gente que sofre
por morrer o carro

sem estrada no ar.
Há gente que sofre
por ter prestações

todas pagas com a pele.
Há gente que sofre
por ser imprestável

o bolo que fez
pela internet.
Há gente que sofre
por ser magro e alto

como a peste.
Há gente que sofre
por ser gordo e baixo

como um sub.
Há gente que sofre
por envelhecer

jovem, sem púbis.
Há gente que sofre
por não aumentar

a folha de pagamento
trabalhando.
Há gente que sofre
por morar no gelo

do freezer.
Há gente que sofre
por rachar os pés

com o chão afiado.
Há gente que sofre
por achar que sabe

a data do começo.
Há gente que sofre
por saber que é tarde

cedo.
Há gente que sofre
por saber-se morto

ainda vivo-ontem.
Tem gente que sofre
por querer justiça

para sua cerca.
Tem gente que sofre
por querer desviar

porões para sótãos.
Tem gente que sofre

por achar
que poema é definível.
Postar um comentário