Postagens populares

terça-feira, 29 de abril de 2014

BELOS COMO UM PAPEL

Desenhei-tezinho.

Faz um tempinho.

Foi num barzinho.

Esperava a porção de calabresas.

Ou uma pizza, a mesma.

Lembro que eu te desenhava no lenço.

Agora, te vendo 


Do outro lado de alguns anos,

Não entendo por que o corpo cansa


Se a alma avança,

Mas há tanta luz 


Em volta de ti,

Em esperança e beleza, 


Que recrio-te no papel,

Ajeitando a hora incerta.
Postar um comentário