Postagens populares

sábado, 26 de abril de 2014

COLHEITA DO SER

O medo sem garantias,
O fim do mundo em malogro,
O eterno jeito de ceia,
O amor, seu peito em fogo,
Uma reta fugidia,
Uma mole geometria,
Um bem e um pouco de mal,
O amor e sua teia,
Vitamina e sonrisal,
Receio e bolo de aveia,
Veia sangrando macia,
O medo em funda bacia
Controlado vinho e sal,
Descontrolada de frente
A paixão sem paz sem chão,
Livre e forçosamente,
O medo vindo por trás,
Em sua fome falaz
De dar formas à semente
De inverdades colossais
Onde o ser colhe e recolhe
Sem entender-se jamais
Postar um comentário