Postagens populares

quinta-feira, 3 de abril de 2014

QUÊ DA TRAMELA QUEDA

Estou farto e imploro.
Sou Fausto em poros?

Onde está a alma?
Mistério a sós do corvo

Da Morte?

Na porta falha
Quê da tramela

Queda.

Há primavera-vida
No inverno-eu?

No branco coração do verbo,
Queimam-me águas vivas.

Afogo as artimanhas da frase
Logrando os log(r)os delas.

E assim, sigo a saga,
Cego aos limites dos críticos?

Estou cicatriz de razão?

Mefisto ou Me-Afasto
É jogo de palavras?
Postar um comentário