Postagens populares

terça-feira, 8 de abril de 2014

POR ARTES DO ÓDIO:BUM

Explodiu num corpo magro,

um corpo olhando outro corpo,

um homem crestando sépalas,

foi assim um vaso inflando,

chorando indícios: pétalas.


Explodiu, pr'isso nasceu,

sem profecia, esperança,

com versos rotos, sandeus,

foi assim de uma só vez

num vulcão corolas quentes.


Explodiu sobre a cidade

esse coração de Vênus

nu e be(s)atificado,

desarmando o ser comum

por artes do Ódio: BUM!
Postar um comentário