Postagens populares

segunda-feira, 23 de junho de 2014

DENTRO NA VIDRAÇA

Dentro de mim

A alma

De nariz grudado

Na vidraça.

Minhas horas são solitárias.

Pugilista do êxtase que dá o nada.

Mistério na vida e na morte.

Multiuniversos no tudo esburacado.

Uma caminhonete devagar. Em atropelo.

Um cachorro gastando cinquenta reais.

Um pneu, uma câmara, um pedal, só.

Um cachorro vale mais que um homem.

A caminhonete bate e vira flor de ar.
Postar um comentário