Postagens populares

domingo, 8 de junho de 2014

DE(US)DO

Quando traçado o verbo errado,
desconstruiu a oração.
Um verbo insubordinado foi punido.
Por engano.
Quando pousou os dedos não percebeu
que o verbo era oraçófago.
Parecia normal como um psicopata o verbo.
Parecia ter nascido entre sujeitos de bons predicados.
Era admirado nos jardins da sintaxe clássica.
Singrava poemas antigos com exímios particípios e gerúndios.
Mas desconstruiu. Por revolta contra o risco
de um de(us)do.
Postar um comentário