Postagens populares

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

AFRONTA


-Se catem, bando de otários!
Eles ouviam-no o descaso.
Primeiro, o espedaçaram.
Um olho caiu no vaso.

Pedaço da boca danou a falar,
Ficou irado o populacho.
Despeitados, com alarde,
Lhe juntaram pro despacho.

Espedaçado, riu. Feiticeiro um tanto.
E enquanto salgavam o poeta bruto
Teimava ao canto
Seu dedo médio - fodam-se, putos!
Postar um comentário