Postagens populares

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

NO ESPELHO MORTO E VIVENTE

....Há quantos dias lhe chove?
Sua árvore encharcada?
Mas a chuva no espelho
Faz sua vida afogada?
Mas que seu ser tem a ver
Com o vidro que o reflete?
Se seu cérebro em sinapses
de solidão se traveste.
Quer ser jovem, mas já foi.
Será que nasceu idoso
O seu ser, caco de espelho
De meu eu, de d(eus) guloso?
Será que em si vai chover
Como no espelho molhando?
Ao espelho o eu a ser
Mais se reflete, eu/stando...
Postar um comentário