Postagens populares

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

HOJE NÃO MAS ONTEM

Hoje, eu não consigo ver
as coxas da poesia...

Hoje, eu não consigo olhar
seu sempre virgem sexo...

Hoje, seus olhos tão lindos
me fogem, sua pele mádida,
seus cabelo luzidios....

Seus seios hoje estão sem auréola,
mas ontem, mas ontem,
me dava vontade de viver
com seus frutos à boca
Postar um comentário