Postagens populares

quarta-feira, 15 de abril de 2015

12 HAIKAIS

passo perto
atalho a linha
parto o traço

se espalho, divido,
se me espalham,
devido?

carrego dentro de mim
no nascer que me escapou
o dia de onde vim

a vida é um poço
torço pra subir....
é osso

depois da brasa,
a brisa
abre asas


no largo do sapo,
um barqueiro rema
sem dar trela a papo

no cemitério israelita,
um cachorro cheira
a libélula esquisita

no cruzeiro, diligentes
pioneiros descansam
em azulejos, silentes

na biblioteca
as traças leem,
desempregadas

sambaquis lembram
caldeiradas, prantos,
samba, morte, lá e aqui

na light, perfeitas
pra um chá inglês
as borboletas

leal leon
ardo de judiar
sons nos ossos
Postar um comentário