Postagens populares

domingo, 28 de junho de 2015

BALANÇO NAS NEBULOSAS

A música balança as nebulosas,
brilhantes cabeleiras na noite,
viajo na pele de varíola da lua.

Não há bafos que não sejam de sonhos.
Uma mariposa ronda a luz de casa.
Há olhos em seu voo.

A morte me espera,
finjo que não a noto,
ela fica nua para mim.

Finjo que não a desejo.
Um beijo. Moiras dividem um.
Luas na nuca. Foto.
Postar um comentário