Postagens populares

terça-feira, 28 de julho de 2015

MENTIRA

Minha mente está
agachada debaixo do coração
só por um momento enquanto
passam aviões de papel

Minha mente está
agachada debaixo do coração
só por um momento enquanto
passam aviões de papel
no fígado

Minha mente está
agachada debaixo do coração
só enquanto escrevo a palavra
trativelindepraglutifitotinquelux
e enquanto caem incendiados
os aviões de papel
nos rins

Minha mente está
escondida debaixo do músculo cardíaco
enquanto preparo um romance festivo
cheio de pequenas fábulas tristes
enquanto leio aquela palavra
e enquanto o fogo cai do céu
de mim

Isso não é um poema pra ler
e se emocionar
talvez pra acumular-se
dos cúmulos que enchem os fatos
e fazem crescer o bíceps
da alma nos céus do poder ser
como posso
esvaziando sempre
a bexiga após a escrita líquida
Postar um comentário