Postagens populares

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

ESTAQUEAMENTO DO AMOR

Minha cadela 
parece um depósito de pelos,
parece 
um indivíduo 
doente de tanto cheirar,
ela cheira cantos, papéis, esquinas, vértices,
esferas, paralelogramos urbanos, buracos,
narizes, cotovelos, dedos, mãos, cocôs,
xixis, pés de mesa, de cadeira, cabelos,
e cada vez que caminha, traça junções,
afagando estradas 
como um viajante
que não quer abandonar direções
preparando o próximo olhar
aguardando o momento de chegar
e de avistar ao longe a porta
as colunas ao lado
a base em que se firmam suas lembranças
o sustentáculo em cima do mangue
o estaqueamento do amor
Postar um comentário