Postagens populares

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

É O QUE NÃO É

O viver, minha senhora,
é tecer tempo e saber.
Cabe o viver numa hora
ou avança até morrer.
Quando pensamos em tê-lo,
foge no espaço a sofrer.

A vida é pano que esgarça,
se a tecemos com cansaço
nos ombros frágeis da alma.
Ao tempo morde com força,
a esperar nossa febre,
silente em seu alvoroço.

O viver, minha senhora,
sempre amor/ódio bebeu
e todo envolvido em chamas
consome o que não morreu.
Quando pensamos que é nosso,
o viver vai-se. F........
Postar um comentário