Postagens populares

sexta-feira, 1 de julho de 2016

ATRAVESSADOS

A vara sobre a montanha,
na alma empedra a peçonha,
a montanha estremecendo,
o ter saco intumescendo
o que se quer que se ponha
entre os dedos do vento

A cara sobe a vergonha,
no corpo há liquidez
para a oferta na cachoeira
da carne que se desfez
no desejo dos dolosos deuses
atravessados por dentro
Postar um comentário