Postagens populares

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

ESPARRAMADOS

Penetrei surdamente

neste reino denso,

mas escorreguei

em xixis-sintaxe,

depois me levantei

e vi palavras a dormirem

todas na sala,

drogadas de romances

de contos e crônicas,

esparramados pelos cantos,

veio se aproximando

Signo, o gato que descrio

quando crio, o rabo abanando

como ideia balouçante

Postar um comentário