Postagens populares

terça-feira, 13 de outubro de 2009

O MISTÉRIO DE IR ALÉM


Há o mistério de ir além 
e fazer relevos altipotentes
em idéias desajustadas de tudo.
Ele, o ser, vai salivando 
ante alcantiladas altitudes, 
e avança e se torna 
fundamento de flor.
Há o desejo de fazer o luar, 
enquanto se uiva pra ele,
na noite e seus confins.
E assim enriquecer 
os jogos das florestas
que a mente não esquece,
enquanto o animal afaga...
Há mais células de desejo 
no tardo corpo de barro, 
embora o tempo seja faca.
E o que nos cobre 
seja o espaço breve 
nos jardins de carne 
com linguagens absolutas.

Postar um comentário