Postagens populares

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

NÃO ME EXTINGA

Não me extinga de sua mente não me xingue de se(mente) não me canse não me benza não me amanse não me apense a teu processo não me anexe ao teu tenso plexo me adense dancing não se abanque em minha banca pois é vária em sua seiva/ceifa me desescreva os restos não me aperte e acerte punhos leves breves me abra e me erre não me negue cegue a lógica e mágica pegue a trágica moda de desamar entregue esqueça os cômodos divãs de vãs câmaras louçãs e mádida exclame a anti-extinção da chama e me ame veja reveja esteja ao centro e ache-me e aja-me não me extinga nem aperte de novo a seringa-desprezo na rocha da língua
Postar um comentário